pelourinho


Parceiros
Condições especiais para associados
SAGE

PT

Refrigerantes e bebidas açucaradas mais caros a partir do 1 de fevereiro

02/02/2017

Estima-se que o imposto vá arrecadar 80 milhões de euros, uma receita que será consignada ao Serviço Nacional de Saúde.

Os refrigerantes sobem de preço a partir de hoje, passando a ser taxados consoante a quantidade de açúcar, uma medida que, segundo as empresas do setor, pode ameaçar a sustentabilidade da indústria nacional dado o diferencial fiscal com Espanha.

Com o Orçamento do Estado para 2017 (OE2017), e pela primeira vez, as bebidas com teor de açúcar até 80 gramas por litro serão taxadas a 8,22 euros por hectolitro (100 litros) e as bebidas com teor de açúcar acima dessa quantidade serão taxadas a 16,46 euros por 100 litros.

Isto significa que, a título de exemplo, uma garrafa de refrigerante de 1,5 litros vai ficar 15 cêntimos mais cara se tiver um teor de açúcar de até 80 gramas por litro e vai encarecer 30 cêntimos se o teor de açúcar for acima daquele valor (aumentos que já incluem o IVA).

 

Fonte: Dinheiro Vivo

voltar
Voltar

<